O que são as condições utilizadas nas automações do Pipefy?

A funcionalidade de automação permite que você automatize ações com base em eventos definidos anteriormente.

Para tornar suas automações mais eficientes, você pode escolher condições ou critérios segundo os quais o Pipefy acionará a automação.

As condições são baseadas nas informações inseridas nos campos existentes no pipe que origina a automação.

Quando usar as condições de automação?

Vamos supor que você tenha um funil de vendas e precise selecionar se um cliente deve passar pelo processo de onboarding em um determinado estágio do funil.

Se o cliente não precisar passar pelo processo de onboarding (e o campo "O cliente precisa de onboarding?" for marcado como "Não"), você simplesmente moverá o card para a próxima fase e nada acontecerá.

No entanto, se o cliente precisar fazer o onboarding (e o campo "O cliente precisa de onboarding?" for marcado como "Sim"), suas informações serão enviadas automaticamente para o pipe de onboarding de cliente com base nas condições especificadas quando você criou sua automação!

Confira aplicações mais comuns de condições de automações no Pipefy:

  • Marketing:

As condições de automação permitem maior personalização para o fluxo de trabalho de processos, eliminando o trabalho duplo e criando um processo à prova de erros.

Em um Pipeline de Vendas, por exemplo, se o cliente passar pelo processo de onboarding, você pode definir condições predefinidas que (se seguidas) enviará automaticamente o cliente ao pipe de onboarding.

  • Financeiro:

As condições de automação são ótimas para times financeiros estabelecerem um fluxo de aprovação à prova de erros.

Por exemplo, se você tem uma solicitação de compras que ultrapasse um determinado valor, poderá enviá-la automaticamente para um aprovador específico, como um gerente. Se o montante for menor do que o valor determinado, um analista poderá aprová-lo.

  • Customer Success:

Baseado em critérios definidos de acordo com as suas necessidades, é possível segmentar automaticamente os clientes gerenciados pela equipe do CS.

Por exemplo, dependendo do tamanho da empresa, um determinado CSM pode iniciar o processo de Onboarding do Clientes. Desse modo, você não precisa segmentar cada um dos clientes manualmente, garantindo um fluxo de trabalho rápido e à prova de erros.

Conteúdos relacionados:

Encontrou sua resposta?