Tempo estimado de leitura: 8 minutos

Neste artigo você vai aprender a utilizar a ferramenta Painéis para extrair dados dos seus processos e, com isso, otimizar sua operação.

Navegue entre os itens abaixo:

  1. Como criar um Painel

  2. Métricas, dimensões e tempo

  3. Como criar gráficos

  4. Tipos de gráficos

  5. O que é o drill down e como usar

  6. Edite ou delete gráficos e Painéis

1. Como criar um painel

Acesse a ferramenta Painéis pelo cabeçalho do seu pipe.

Clique em Criar painel.

Depois, clique em Adicionar gráfico para montar seu painel com informações do seu processo. Mas antes, vamos compreender quais dados podem ser coletados.

2. Métricas, dimensões e tempo

Os dados que compõe os gráficos do seu Painel são:

  • Métricas

  • Dimensões

  • Tempo

Métricas

São dados quantitativos, ou seja, valores numéricos que podem ser contabilizados. Entre eles, temos:

  • Lead time: quanto tempo um card permaneceu em um pipe (processo);

  • Tempo na fase: quanto tempo um card permaneceu em uma fase;

  • Contagem de números de cards, anexos, comentários e responsáveis.

Com as métricas podemos calcular a soma, média, valor mínimo, valor máximo e acumulado de campos numéricos de cards e de registros de databases conectados ao pipe.


📌 A principal diferença entre somatória e montante total é: enquanto a somatória mostra o valor total vendido por mês, por exemplo, o montante total mostra a soma de um mês específico mais os meses anteriores. Portanto, o montante total informa todos os negócios fechados durante o ano anterior e como eles evoluíram ao longo do tempo.


Dimensões

São os dados qualitativos do seu pipe, que não envolvem cálculos ou funções matemáticas dentro de um Painel.

Contempla todos os campos de um pipe e database conectado a ele, como títulos de cards, etiquetas, fase atual ou o nome de alguém responsável por uma tarefa. A única exceção são os campos de conexão, que não são coletados pela ferramenta.

📌 Como não há um limite de dimensões nos gráficos, tome cuidado ao adicioná-las, pois isso pode deixá-lo difícil de ler e analisar. Se você precisar utilizar muitas dimensões, recomendamos visualizar seu gráfico no formato de tabela.

Tempo

Este parâmetro insere um intervalo de tempo na sua análise, que pode ser relativa aos últimos 7 dias, ao último mês, ou desde o início (quando o pipe foi criado), por exemplo.

Escolha diferentes intervalos de tempo para filtrar seus dados e compreender como seu processo se comportou em um determinado período.

Filtros

Adicione filtros para encontrar informações específicas e adicioná-las nos seus gráficos. Por exemplo: criado em → igual a → data específica.

3. Como criar gráficos

Como vimos, gráficos são compostos por métricas, dimensões e um intervalo de tempo. Portanto, estas são os 3 elementos que você precisa selecionar para criar um gráfico.

Aqui estão alguns exemplos:

Em um processo de compras, para obter o valor total gasto por departamento, você pode configurar o valor total gasto como uma métrica e o departamento como uma dimensão.

Em um processo de recrutamento, confira quantos candidatos foram aprovados no último mês selecionando o número total de cards como métrica, e fase atual como dimensão. Adicione um filtro onde a fase final é igual a proposta aceita.

Já em um processo de vendas, verifique o desempenho de cada pessoa do seu time selecionando o número total de cards como métrica, e o nome do responsável como dimensão.

Você pode adicionar filtros com o nome de cada vendedor e, selecionando a visualização número, consegue conferir se o objetivo foi alcançado ou não.

Para mensurar quantos cards foram finalizados com atraso, adicione uma etiqueta neles que indique o atraso quando o SLA for atingido. Depois, selecione o número total de cards como métrica, e adicione a fase final e a etiqueta como filtros.

4. Tipos de gráfico

Ao criar um gráfico, escolha como visualizar seus dados: linha, barra, área, pizza, tabela, número, dispersão ou calendário.

O tipo ideal de gráfico varia conforme a informação que você está analisando. Por exemplo:

Digamos que você escolheu como métrica o número de cards e como dimensão as pessoas do seu time. O período de tempo selecionado é desde o início, ou seja, desde a data em que o pipe foi criado.

No formato de tabela, o gráfico fica assim:

E no formato pizza, fica assim:

Também é possível editar o tipo de valor exibido nos gráficos, como porcentagem, valor, montante ou o que melhor se encaixar no cenário.

Quando você terminar a configuração, basta clicar em Salvar gráfico e visualizar no Painel.

5. O que é o drill-down e como usar

O drill-down é um detalhamento do gráfico, que adiciona uma "segunda camada" na sua análise ao constar todos os cards que fazem parte dela.

Para usar o drill-down, basta clicar no gráfico que você configurou e selecionar as colunas (informações) que deseja ver.

📌 O drill down está diponível somente durante a edição do gráfico.

6. Edite ou delete gráficos e Painéis

Você também pode editar e deletar (1) gráficos ou (2) Painéis pré-existentes. Clique no botão de três pontos e selecione a opção desejada.

Para encontrar um gráfico em específico, faça uma busca por filtros, indicando um período de tempo.

📌Importante: o resultado dessa pesquisa vai mostrar somente gráficos com tempo definido.

Faça parte da Comunidade do Pipefy para compartilhar feedbacks sobre nosso produto, tirar dúvidas e ficar por dentro das novidades.

Aprenda a utilizar todas funcionalidades da nossa plataforma nos cursos gratuitos da Pipefy University.

Conteúdos relacionados:

Encontrou sua resposta?