Tempo estimado de leitura: 8 minutos

O Pipefy possui uma ferramenta nativa de BI, chamada Painéis, projetada para facilitar a organização, visualização e análise de dados dos seus processos.

Com esta ferramenta, você pode criar seus próprios gráficos, correlacionar dados e visualizar informações em diversos formatos.

Navegue entre tópicos para saber mais:

  1. Como criar um Painel

  2. Planos

  3. Membros e permissões

  4. Como coletar e analisar dados

  5. Visualizações de gráficos

  6. Exemplos de uso

1. Como criar um painel

Acesse a ferramenta Painéis pelo cabeçalho do seu pipe.

Clique em Criar painel.

Clique em Adicionar gráfico e comece a popular seu Painel.

Você também pode editar e deletar Painéis:

Visualizá-los em tela cheia:

E fazer uma busca por filtros, que filtram gráficos com um tempo definido:

Se preferir, utilize um template como modelo para criar um painel rapidamente:

2. Planos

As permissões para criar e editar os Painéis variam conforme seu plano no Pipefy.

O que está incluso no plano Painéis Básico?

Se você possui uma conta gratuita no Pipefy, pode utilizar somente a versão básica desta funcionalidade, que possui Painéis pré-configurados dentro do template adicionado pela Galeria de Templates.

Os templates que incluem Painéis pré-configurados são:

  • Contas a Pagar

  • Contas a Receber

  • Onboarding de Clientes

  • Solicitações de RH

  • Solicitações de Marketing

  • Processo de Compras

  • Recrutamento

🔔 Atenção: Se você utilizar Painéis pré-configurados, evite excluir campos cujos dados são utilizados nos gráficos, pois poderá perder informações.

Para customizar um Painel pré-configurado, você deve adquirir o add-on Painéis Pro. Entre em contato com seu gerente de contas ou com nosso time de suporte para saber mais.

3. Membros e permissões

📌 Apenas administradores podem criar e deletar Painéis, além de definir as permissões dos demais usuários.

Para definir qual tipo de permissão um usuário deve ter, clique no botão de três pontos e selecione a opção desejada.

Existem 3 tipos de acesso:

  1. Ver e editar: usuário pode ver o Painel e editar qualquer informação contida nele;

  2. Apenas leitura: usuário pode ver o Painel, mas não pode editar nenhuma informação;

  3. Não mostrar painel: usuário não terá acesso e não poderá ver o painel.

Além disso, somente administradores e membros de um pipe conseguem ver e utilizar amostras, explorar opções de dados, e criar painéis.

4. Como coletar e analisar dados

Os gráficos do seu Painel são compostos por:

  • Métricas

  • Dimensões

  • Tempo

Métricas

São dados quantitativos, ou seja, valores numéricos que podem ser contabilizados, como número de cards, horas de lead time, entre outros.

Com as métricas podemos calcular a soma, média, valor mínimo e valor máximo.

Dimensões

São os dados qualitativos do seu pipe, que não envolvem cálculos ou funções matemáticas dentro de um Painel.

Algumas opções são: títulos de cards, etiquetas, fase atual ou o nome de alguém responsável por uma tarefa.

📌 Como não há um limite de dimensões nos gráficos, tome cuidado ao adicioná-las, pois isso pode deixá-lo difícil de ler e analisar. Se você precisar utilizar muitas dimensões, recomendamos visualizar seu gráfico no formato de tabela (veja item 5).

Tempo

Use esse parâmetro para inserir um intervalo de tempo na sua análise, que pode ser relativa aos últimos 7 dias, ao último mês, desde o início, etc.

Aqui, você pode escolher diferentes intervalos de tempo para filtrar seus dados e ter insights mais específicos sobre determinados períodos.

Filtros

Adicione filtros para encontrar informações específicas e adicioná-las nos seus gráficos. Por exemplo: criado em → igual a → data específica.

Como utilizar métricas, dimensões e filtros

Tudo depende da informação que você deseja extrair e como você deseja fazer isso.

Por exemplo, em um Processo de Compras, para obter o valor total gasto por departamento, você pode configurar o valor total gasto como uma métrica e o nome do responsável como uma dimensão.

Além disso, digamos que você não deseja visualizar um dos departamentos no gráfico, como o departamento executivo, que não precisa de aprovação para solicitações de compras.

Neste caso, você pode adicionar um filtro que o exclua do gráfico enquanto os outros departamentos permanecem visíveis.

Os filtros podem ser adaptados de acordo com as suas necessidades, com diferentes campos, como gerentes, áreas, tipos de solicitação, etc.

5. Visualizações de gráfico

Ao criar um gráfico, você também pode escolher como visualizar seus dados.

Determine o formato de gráfico que melhor atende às suas demandas, como linhas, barras, áreas, pizza, tabelas e números, por exemplo.

Veja um exemplo prático:

Digamos que você escolheu como métrica a soma total e como dimensão o nome da pessoa responsável pelo card. O período de tempo selecionado é desde o início, ou seja, desde a data em que o pipe foi criado.

No formato de tabela, o gráfico fica assim:

E no formato pizza, fica assim:

Também é possível editar o tipo de valor exibido nos gráficos, como porcentagem, valor, montante ou o que melhor se encaixar no cenário.

Quando você terminar a configuração, basta clicar em Salvar gráfico e visualizar no Painel.

Como usar o Drill-down

O drill-down é uma “segunda camada” de análise. Ao clicar no gráfico em que você realizou a configuração anteriormente (selecionando os campos que você deseja analisar no futuro), é possível obter um maior nível de detalhes, que não é mostrado diretamente no gráfico em si.

6. Exemplos de uso:

Utilize a ferramenta nativa de BI do Pipefy para:

  • Obter dados de todos os seus pipes

  • Construir relatórios customizados

  • Traduzir números em gráficos com poucos cliques

  • Monitorar informações

  • Acompanhar a performance dos seus processos

  • Eliminar gargalos e obter insights valiosos para otimizar seu trabalho

Veja alguns exemplos práticos:

Recursos humanos:

Crie Painéis para visualizar o tempo gasto em recrutamento, e a performance de colaboradores.

Financeiro:

Monitore gastos por departamento e tempo de resposta para solicitações de compra.

Customer Service:

Verifique tempo de onboarding e segmentação de clientes.

Marketing:

Mensure a velocidade de execução de tarefas, e tipos de solicitações recebidas.

Tecnologia da Informação:

Acompanhe o tempo para resolução de chamados, assim como o volume de tickets.

Vendas:

Avalie taxas de conversão, valor médio de negociações e metas alcançadas pelo time.

Desenvolvimento:

Confira a velocidade de implementação, e o tempo de ciclo de produto.

Comece a construir agora as principais métricas que você deseja e desbloqueie um nível mais alto de conhecimento dos seus processos para entregar melhores resultados.

Faça parte da Comunidade do Pipefy para compartilhar feedbacks sobre nosso produto, tirar dúvidas e ficar por dentro das novidades.

Aprenda a utilizar todas funcionalidades da nossa plataforma nos cursos gratuitos da Pipefy University.

Encontrou sua resposta?